domingo, 19 de janeiro de 2020

Comemorando o Amor




Comemorando o Amor

O céu bordado de estrelas
Aos enamorados, convidam a bailar.
Emoções
Sensações
Desejos
Tudo se espalha no ar.
São mãos que se encontram
Lábios que se tocam
Corpos ardentes de paixão.
Sonhos
Planos
Esperança
Com bom vinho
Tudo se tem a brindar
Amor,..Amor..
Amar.. Amar...
Assim o coração grita
Canta e dança
Em noite de luar.

Bartira Mendes

Visite o instagram da poetisa, escritora e palestrante Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.instagram.com/respirandopoesia_bartiramendes/

A Esperança



A Esperança

A Esperança
Faz-me ver o sol
Apesar das nuvens densas
Dançarem no céu.
A Esperança
Ensina-me a crer na possibilidade
De que dias melhores virão.
A Esperança
Revela-me verdades
Por traz das dúvidas
Da realidade vivida.
A Esperança
Ao coração
Traz-me paz
Diante da turbulência inevitável
Ao crescimento interior.
A Esperança
Traz-me motivação
Razão por sentir todas as emoções
Dos nãos que recebo
Sem me acovardar.
A Esperança
Alimenta meus sonhos
Desvenda os mistérios
Das noites de solidão
Quando em silêncio
Faço-me companhia.
A Esperança
Faz-me praticar a generosidade
O reconhecimento
De que com amor
Tudo fica mais fácil.
A Esperança
Faz-me mergulhar na fé
E me aproxima
De Deus

Bartira Mendes

Visite a página da poetisa, escritora e palestrante Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

sábado, 18 de janeiro de 2020

Grande Homenagem à AGLAC





Grande Homenagem à AGLAC (Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências) no Restaurante e Galeria Cultural Sintonia Fina no Sarau Cultural pelo amigo e ativista cultural Fábio Hartmann.
13 de Fevereiro de 2020
19 horas
Restaurante Sintonia Fina
Av. Presidente Kennedy, 673
São Gonçalo . RJ
(Rua do Campo do Clube Mauá)

Pinterest da poetisa, palestrante, escritora e acadêmica Bartira Mendes Costa



Pinterest da poetisa, palestrante, escritora e acadêmica Bartira Mendes Costa . https://br.pinterest.com/bartiramendesrespirandopoesia/

sexta-feira, 17 de janeiro de 2020

"Quero"



"Quero"

“Quero que todos os dias do ano
todos os dias da vida
de meia em meia hora
de 5 em 5 minutos
me digas: Eu te amo.
“Ouvindo-te dizer: Eu te amo,
creio, no momento, que sou amado.
No momento anterior
e no seguinte,
como sabê-lo?

“Quero que me repitas até a exaustão
que me amas que me amas que me amas.
Do contrário evapora-se a amação
pois ao não dizer: Eu te amo,
desmentes
apagas
teu amor por mim.

“Exijo de ti o perene comunicado.
Não exijo senão isto,
isto sempre, isto cada vez mais.
Quero ser amado por e em tua palavra
nem sei de outra maneira a não ser esta
de reconhecer o dom amoroso,
a perfeita maneira de saber-se amado:
amor na raiz da palavra
e na sua emissão,
amor
saltando da língua nacional,
amor
feito som
vibração espacial.
No momento em que não me dizes:
Eu te amo,
inexoravelmente sei
que deixaste de amar-me,
que nunca me amastes antes.

“Se não me disseres urgente repetido
Eu te amoamoamoamoamo,
verdade fulminante que acabas de desentranhar,
eu me precipito no caos,
essa coleção de objetos de não-amor.”

Carlos Drummond de Andrade

Visite o facebook da poetisa, palestrante e escritora Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

“As sem razões do amor”



“As sem razões do amor”

“Eu te amo porque te amo.
Não precisas ser amante,
E nem sempre sabes sê-lo.
Eu te amo porque te amo.
Amor é estado de graça
E com amor não se paga.

“Amor é dado de graça
É semeado no vento,
Na cachoeira, no eclipse.
Amor foge a dicionários
E a regulamentos vários.

“Eu te amo porque não amo
Bastante ou demais a mim.
Porque amor não se troca,
Não se conjuga nem se ama.
Porque amor é amor a nada,
Feliz e forte em si mesmo.

“Amor é primo da morte,
E da morte vencedor,
Por mais que o matem (e matam)
A cada instante de amor."

Carlos Drummond de Andrade

Visite a página da escritora, poetisa e palestrante Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Poesia - Safo 2





“— Adolescência, adolescência,
Você se vai, aonde vai?
— Não volto mais para você,
Para você volto mais não.”

Safo

(Safo – Σαπφώ - em “31 poetas 214 poemas: do Rigveda e Safo a Apollinaire”. [tradução, notas e comentários Décio Pignatari], 2ª ed., Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2007.)

Visite o instagram da poetisa, palestrante e escritora Bartira Mendes . https://www.instagram.com/respirandopoesia_bartiramendes/