domingo, 15 de dezembro de 2019

O óbvio



O óbvio
É tão óbvio
Quanto obscuro
Que o mundo
Nos pegue de surpresa.
Sem saber
Como nos manter seguros
Nos desafios
Que na guerra interior
Temos que travar
Quando tudo que se quer
É ser dono
De seu prazer
E de me trazer lembranças
De como é bom amar. Amar.
Sem destino
E sem pressa
Volto à lucidez.
Bartira Mendes
(Extraído do livro “Momentos Poéticos” de Bartira Mendes Costa . Editora Bem Cultural . Página 92 . Petrópolis . 2015)
Visite a página da poetisa Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

Ascenção perceptiva

Ascenção perceptiva



O que é ascenção perceptiva?

Trata-se de como lidar com os portais dimensionais da percepção e suas consequências. De que modo atingir altos níveis de percepção sem uso de psicotrópicos. drogas, e/ou outros expedientes artificiais.
O uso de métodos naturais e de espiritualidade puramente meditativa ou de oração pura para fins perceptivos. A qualidade perceptiva obtida pela meditação e oração é diversa da qualidade perceptiva obtida com métodos de drogadição. Fato amplamente conhecido e difundido.

Esta constatação não tem nenhuma conotação de pessoalidade ou impessoalidade divinas. Deus pode estar presente tanto numa cristalização quanto numa incognoscibilidade. Esta é a minha percepção direta vinda do ato meditativo. Deus é pessoal e impessoal ao mesmo tempo.

Mauricio Antonio Veloso Duarte (Swami Divyam Anuragi)

https://www.recantodasletras.com.br/pensamentos/6819572

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Expo mi infancia



Eu, Mauricio Antonio Veloso Duarte Anuragi, estarei na Expo mi infancia como artista visual amanhã, às 16 hs. Agradeço à amiga curadora Buana Lima.

“Língua portuguesa”



“Língua portuguesa”

"Última flor do Lácio, inculta e bela,
És, a um tempo, esplendor e sepultura:
Ouro nativo, que na ganga impura
A bruta mina entre os cascalhos vela…
"Amo-te assim, desconhecida e obscura,
Tuba de alto clangor, lira singela,
Que tens o trom e o silvo da procela
E o arrolo da saudade e da ternura!
"Amo o teu viço agreste e o teu aroma
De virgens selvas e de oceano largo!
Amo-te, ó rude e doloroso idioma,
"Em que da voz materna ouvi: “meu filho!”
E em que Camões chorou, no exílio amargo,
O gênio sem ventura e o amor sem brilho!"

Olavo Bilac

Visite o instagram da escritora Bartira Mendes Costa . RESPIRANDO POESIA . https://www.instagram.com/respirandopoesia_bartiramendes/

"Velhas Árvores"



"Velhas Árvores"

"Olha estas velhas árvores, mais belas
Do que as árvores moças, mais amigas,
Tanto mais belas quanto mais antigas,
Vencedoras da idade e das procelas...
O homem, a fera e o inseto, à sombra delas
Vivem, livres da fome e de fadigas:
E em seus galhos abrigam-se as cantigas
E os amores das aves tagarelas.
Não choremos, amigo, a mocidade!
Envelheçamos rindo. Envelheçamos
Como as árvores fortes envelhecem,
Na glória de alegria e da bondade,
Agasalhando os pássaros nos ramos,
Dando sombra e consolo aos que padecem!"

quarta-feira, 11 de dezembro de 2019

Anaxágoras

Texto com livre tradução do artista visual, escritor e acadêmico Mauricio Antonio Veloso Duarte Anuragi.




Anaxágoras


            Para entender totalmente o desenvolvimento do sentimento teológico entre os gregos,é necessário registrar Anaxágoras, o grande pai de todas as teologias anti-panteísticas. O que os homens estão dizendo, hoje em dia, contra opanteísmo, foi dito com igual força por Anaxágoras e as partes mais vulneráveis da sua teologia são ainda defendidas pelos doutores da igreja como forma defendidas por esse velho grego. Ele não era um metafísico, mas um homem que acreditava nos seus sentidos e nunca tinha feito inquirições suficientes na natureza da razão para ser acometido por questões que tornaram perplexos Zeno e Parmênides. Porque ele deveria duvidar da realidade ou do mundo visível? Não estava tudo diante dos seus olhos? E por que ele deveria supor qualquer relação escondida entre a mente e a matéria? Não era a mente o princípio ativo e a matéria, a realidade passiva? Por que algum elemento material seria o primeiro ser e não a mente que estivesse regulando seu poder sob a matéria? Deus é mentee a matéria é alguma coisa arranjada por ele. Que teologia pode ser mais simples? No caminho de Anaxágoras não há questões de co-existência de um material finito e um infinito imaterial. Não concerne a ele, especulações aos atributos do tempo e do espaço. Porque deve um ser infinito diferir de um finito, exceto pelo fato de ser maior e por que, de outro modo, deve uma mente infinita ser diferente de uma mente finita? Deus fez o mundo como o homem fez uma máquina. Ele deu leis a isso e deixou as operações às leis, interferindo apenas quando necessita reparo. Na sua habitação, nas fronteiras do universo, ele contemplou o artefato e foi apresentado a ele como um homem é apresentado aos objetos que ele percebe pelos seus sentidos. Comparado com outros filósofosda escola Jônica, Aristóteles disse: “o filósofo de Clazomenae é como um homem sóbrio. Sócrates no entanto, não o estimava tanto assim. “Tendo um tempo, um dia” diz o filósofo, “leia um livro de Anaxágoras, que disse que a mente divina foi a causa de todas as coisas e desenhou todas as coisas em seus próprios níveis e classes, eu fui arrebatado de prazer. Eu percebi que nada é mais certo do que esse princípio de que a mente é a causa de todas as coisas.” Sócrates conseguiu os livros de Anaxágoras e começou a lê-los avidamente, mas ele parou quando viu suas esperanças desapontadas. “ O autor”, diz ele, “não faz uso da mente divina, mas coloca que a ordem e a beleza que permeiam o mundo são feitos por essa mente divina, o ar, o vento e outros agentes da natureza.”
            Aristóteles, também, em um estudo foi menos encorajador a respeito de Anaxágoras e corrigiu suas próprias visões, ficando próximo de Parmênides. Em tempos que vieram depois, a teologia de Anaxágoras desenvolveu-se nas escolas de Demócrito e Epicuro, que dispensaram a hipótese de mundo fazedor ou deixaram-na descansar na sua casa distante, repousando no silêncio em dignidade e poupando o mundo da sua interferência.

Livre Tradução do escritor e artista visual Mauricio Duarte (Divyam Anuragi) do livro Pantheism and Christianity . John Hunt . 1884 . Religião Grega . Anaxágoras

Visite o site Panteísmo e Cristandade com todos os textos traduzidos:


Leia mais: https://www.divulgaescritor.com/products/anaxagoras-por-mauricio-duarte/

sábado, 7 de dezembro de 2019

Amelia Earhart - frase 2





“Coragem é o preço que a vida exige em troca de paz. A alma que não aceita, não se desapega das coisas pequenas.”
Amelia Earhart
Visite o instagram da escritora Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.instagram.com/respirandopoesia_bartiramendes/

Amelia Earhart - frase



“Nunca interrompa alguém que está fazendo algo que você disse que não poderia ser feito.”
Amelia Earhart
Visite a página da escritora Bartira Mendes . RESPIRANDO POESIA . https://www.facebook.com/bartiramendesrespirandopoesia/

1.000 seguidores na Página da AGLAC do Facebook




Agradecemos aos amigos, parceiros e companheiros por terem acreditado na nossa querida AGLAC a fim de alavancar a cultura, a literatura, as artes e as ciências no nosso grande município de São Gonçalo. Graças a vocês, chegamos aos 1.000 seguidores. Um grande abraço. Visite nossa página aqui: https://www.facebook.com/academiagoncalensedeletrasarteseciencias/

CONVITE



CONVITE
A AGLAC, Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências, tem a honra de convidar para a Cerimônia de Premiação do Primeiro Concurso Nacional de Contos da AGLAC.
Data: 17 de dezembro de 2019
Horário: 18:00h
Local: Sala de Eventos do Shopping Partage
Av. Pres. Kennedy, 425 . sala 255 . Centro . São Gonçalo . RJ

Décio Machado - Presidente da AGLAC

Lista dos Classificados do Primeiro Concurso de Contos da AGLAC.



Lista dos Classificados do Primeiro Concurso de Contos da AGLAC.
Observação: Os vencedores serão anunciados no dia da Cerimônia de Premiação, 17 de dezembro de 2019.
A Academia Gonçalense de Letra, Artes e Ciências tem a satisfação de divulgar, em ordem alfabética, a lista dos Classificados do Primeiro Concurso Nacional de Contos promovido pela AGLAC.


Categoria Adulto:
1- Adnelson Borges de Campos / PR
2- Alécio Alves de Medeiros / RN
3- Claudio Luiz Pinho / RJ
4- Daniel Kazahaya / SP
5- Gabriel da Silva / RJ
6- Gabriel Pereira Nascimento / MG
7- Gisela Lopes Peçanha / RJ
8- Hernany Luiz Tafuri Ferreira Junior / MG
9- Jair Humberto Rosa / MG
10- Juarez Velásquez de Mello Carvalho / RJ
11- Maria Apparecida Sanches Coquemala / SP
12- Mauricio Matos Cunha / RJ
13- Rafael Alvarenga / RJ
14- Viviane Maria Bezerril Maubrigades / RJ


Categoria Infantil:
1- Ana Paula da Silva dos Passos / PA
2- Catarina Dias Badajó Cândido / RJ
3- Geiza Mascarenhas de Barros / BA
4- Jean Charles Duarte Santos / RJ
5- João Vitor Costa Carvalho / RJ
6- Júlio Cezar da Costa de Carvalho / RJ
7- Lorena Jocely Costa Araujo / MA
8- Meiryane Marinho da Silva / RJ
9- Thamires Francisco Bonifácio / RJ


O comitê de organização deste Concurso informa que, por motivos de ordem técnica, a Cerimônia de entrega dos Certificados e Premiações aos vencedores, não mais será no ICBEU, como foi divulgado, mas será realizada na Sala de Eventos do Shopping Partage, (Av. Pres. Kennedy, 245 . sala 255 . Centro . São Gonçalo RJ) . Data 17 de dezembro de 2019 . Hora: 18h

------------------------------------------

Maiores informações e contatos para dúvidas:

sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Confraternização de fim de ano da AGLAC



Confraternização de fim de ano da AGLAC

Dia 09 de dezembro

18:00 h

No Bistrô D´Avó

Rua Eduardo Vieira, 122

Centro - São Gonçalo - RJ

(Ao lado do TRE)

CONVITE



CONVITE
A AGLAC, Academia Gonçalense de Letras, Artes e Ciências, tem a honra de convidar para a Cerimônia de Premiação do Primeiro Concurso Nacional de Contos da AGLAC.
Data: 17 de dezembro de 2019
Horário: 18:00h
Local: Sala de Eventos do Shopping Partage
Av. Pres. Kennedy, 425 . sala 255 . Centro . São Gonçalo . RJ
Décio Machado - Presidente da AGLAC